Qual Título Comprar? Tesouro IPCA+ 2035 ou 2019? (E uma dica extra!)

shutterstock_220629823Como é bom ver pessoas buscando conhecimento sobre um dos melhores investimentos de renda fixa acessível ao pequeno investidor. Sinal de que o brasileiro está cada vez mais preocupado com seu futuro financeiro. Dia 22/05 eu recebi a seguinte dúvida do Ricardo, leitor do blog.

“Lendo o artigo publicado em novembro de 2014, constatei que dependendo do vencimento da NTN B Principal, o rendimento aumentava (15/05/19: 6,07%; 15/08/24, 6,18%; 15/05/35: 6,33%). Porém na realidade de hoje (22/05/2015) quanto mais longe está o vencimento, menor é o rendimento. no momento está da seguinte forma: 15/05/2019 =6,44% + Inflação; 15/08/2024 = 6,14% + Inflação e 15/05/2035 = 5,75% + Inflação.

Da forma como está, qual seria a vantagem de comprar a o Tesouro IPCA 2035? É certo que o ideal seria comprar o IPCA 2019?”

Botão - Lista VIP 02

É muito bom poder olhar artigos mais antigos (ou nem tanto) aqui no blog e ver como as mudanças econômicas impactam nos investimentos. Antes de responder a dúvida do Ricardo, vamos fazer uma rápida análise econômica.

Como o artigo em questão foi escrito em Novembro/2014, estávamos cientes de que viriam alguns ajustes econômicos e que inevitavelmente a inflação iria aumentar, com isso o Banco Central também teria que aumentar a taxa Selic para tentar amenizar a situação. Sendo assim, os juros futuros já começam a subir e os títulos públicos também tem que ajustar as suas taxas de acordo com os vencimentos.

Hoje, vivemos uma situação contrária. Os ajustes já estão sendo implantados e vemos a inflação subindo a patamares mais altos do que já vimos, pelo menos, nos últimos 10 anos. Porém, a expectativa do Banco Central e do Ministério da Fazenda é de voltar a inflação ao centro da meta, de 4,5% ao ano, em 2016. E isso remete a uma nova redução da taxa de juros.

Então os juros dos títulos com vencimentos mais longos vão acompanhar essa tendência, a redução da taxa de juros.

Analisando os títulos Tesouro IPCA+, se o objetivo é o longo prazo, eu continuo afirmando que o título com vencimento mais próximo do seu objetivo é melhor. Se você optar por aproveitar essa taxa maior no curto prazo, pode ser que em 2019, ao vencer o título, o novo título com vencimento em 2035 (ou até mais distante) esteja com a taxa ainda mais reduzida por motivos econômicos.

Agora analisando a situação geral, estou vendo com bons olhos os títulos Tesouro Prefixado. Como os juros atuais estão muito altos em comparação com os últimos anos e a tendência é de voltarem a diminuir, travar essa taxa alta com os títulos prefixados é uma alternativa interessante no momento.

Aproveite para assinar nossa Lista VIP e receba todas as atualizações e dicas especiais diretamente em seu e-mail.

Botão - Lista VIP 02

2015 - E-book - Tesouro Direto - Aprenda a investir - Banner Fim de Post

Anúncios

40 respostas em “Qual Título Comprar? Tesouro IPCA+ 2035 ou 2019? (E uma dica extra!)

    • Boa tarde Paloma! Que bom que gostou do texto!

      Lhe prometo um texto explicando um pouco mais sobre Corretora e Banco.

      Para investir em títulos públicos e necessário ter uma conta na corretora, quando você procurar o banco, ele irá abrir uma conta para você na corretora do próprio banco. Porém corretoras independentes costumam trabalhar com taxas mais interessantes.

      Para entender mais sobre Títulos Públicos, recomendo que baixe o meu e-book. Nele explico tudo que precisa saber para começar a investir em títulos.

      http://bit.ly/BFPTitulosPublicos

      Abraço e sucesso!
      Fulgêncio Bomtempo

  1. Então acredito que tenha feito a escolha certa, se bem que errei por alguns dias, perdi a taxa prefixada do Tesouro Prefixado 2018 a 15,5aa por conta de um problema na minha conta na corretora, e na semana seguinte começou a cair e eu achava que ia continuar caindo então comprei quando estava a 14,82aa, no dia seguinte o Brasil foi rebaixado e TD fechou, quando voltou, voltou a 15,5aa de novo, pensa na raiva que eu fiquei, perdi por causa de um dia mais de 0,5aa, mas tudo bem, acredito que 14,82 ainda vou ter um bom retorno.

    • Parabéns Cesar! Com certeza terá um bom retorno. Sobre esse 0,5% a.a. que você deixou de ganhar, isso foge do nosso controle e acaba sendo até irrelevante. O importante é ter uma estratégia, um motivo para realizar o investimento, e agir rápido. Dá mesma forma com que subiu poderia ter caído.

      Continue acompanhando o blog e compartilhando esse conhecimento com os amigos.

      Abraço e sucesso!

      Fulgêncio Bomtempo

  2. Parabéns pelo conteúdo.

    Tesouro Direto sempre foi uma boa escolha. Saber qual tipo de título vai depender da preferência do indivíduo e o quanto está disposto a aplicar nele.

    Para quem acumular no longo prazo, as diferenças não são tão significativas. Embora não aconselhável, muitos fazem trade com TD, aí é necessário ver as taxas.

    • Obrigado Felipe!

      Exatamente! No longo prazo opte sempre pelo título mais próximo da data prevista para resgatar o dinheiro, mesmo que a taxa esteja menor que os demais, pois ao renovar um título com vencimento no curto prazo a taxa pode ter reduzido significativamente.

      Realmente fazer trade/especulação com TD é possível, mas existem outros fatores envolvidos, em breve irei publicar algo sobre isso.

      Abraço e sucesso!

      Fulgêncio Bomtempo

  3. Excelente texto. Parabéns.
    Se puder ajudar.
    Pretendo investir 86.000,00 durante 20 anos.
    TD seria uma boa opcao? Prefixado?

    • Obrigado Vitor!

      Seja bem vindo ao Blog! Fique a vontade, tem muito conteúdo sobre TD, vale a pena conferir.

      Sobre sua dúvida… Qual o seu objetivo para esse dinheiro? Se deseja apenas manter o poder de compra desse dinheiro por 20 anos, o ideal é o IPCA+.

      Agora se quiser arriscar um pouco mais, 20 anos é um tempo bom para diluir o risco. Se tiver conhecimentos, uma opção com possibilidade de retorno maior seria administrar parte do dinheiro no Tesouro Selic e ir transferindo aos poucos para ações.

      São 2 estratégias distintas, agora vai do seu objetivo e disposição ao risco.

      Abraço e sucesso!

      Fulgêncio Bomtempo

  4. Olá. Gostaria de investir 50 mil, sendo que o objetivo dele é a aposentadoria. Atualmente o IPCA+ está a 7,68%. Vale a pena eu investi-lo no IPCA+ 2035, sendo que hoje tenho 30 anos? Obrigado.

    • Olá Edson! Seja bem vindo ao blog!

      Uma boa estratégia de investimento deve levar em conta a diversificação.

      E para o objetivo de aposentadoria uma das opções dentro dessa diversificação está a Tesouro IPCA+.

      O Tesouro IPCA+ lhe garante proteção contara a inflação, mais um ganho real, hoje esse ganho real está com um valor bem significativo e será garantido essa taxa de 7,68% a.a. até o fim do contrato.

      Vale a pena sim contar com o Tesouro IPCA+ dentro da estratégia para aposentadoria.

      Busque sempre investimentos que você tem confiança, que promete ganhos realísticos e principalmente que você tem conhecimento sobre como ele funciona. Evite propostas de ganhos mirabolantes e não terá grandes problemas.

      Fique a vontade para explorar os demais artigos do blog e sempre que tiver dúvida deixe um comentário.

      Sucesso e bons investimentos!

      Fulgêncio Bomtempo

  5. Olá, boa tarde. Primeiramente parabéns pela matéria.

    Como muitos, estou me educando financeiramente. Atualmente vou fazer 27 anos e moro com meus pais. Pretendo casar em aprox. 5 anos e, com isso, ter os gastos de casa, casamento e etc. Para isso, venho guardando 500,00/mes (cada) com minha namorada + aportes de 13° e bonificações. Até o momento temos cerca de 18 mil. Guardar esse $ no TD 2019 compensa com IPCA + 6,19%? Vejo que é bem seguro, já que sempre terá ganho real.

    Ou compensaria mais escolher um CDB (via corretora, sem taxa de admin.) que pague mais que 115% do CDI? Sei que ninguém é vidente, mas baseado no conhecimento economico, creio que você pode ter uma ideia do que está por vir nos próximos anos, então qual visão de futuro do Brasil nesses próximos 3..4.. 5 anos? Aumento da inflação? Aumento dos juros? Diminuição?

    Outra dúvida é sobre o % dos títulos. Quem comprou o título 2035 no dia do seu post (jun/2015) por IPCA + 5,75% continua com a correção nessa taxa ou o titulo aumenta para o valor atual de %7,57? Além disso, esse percentual costuma varias muito dia após dia? Corre o risco por exemplo de, ao chegar em 2035 ele render menos do que foi comprado?

    Agradeço desde já pela ajuda!
    Abs!

    • Bom dia Douglas! Seja bem vindo ao Blog e parabéns por estar buscando novos conhecimentos financeiros e planejando esse nova fase de sua vida. Sei como é esse momento, estou nos últimos meses de planejamento dessa transição.

      Como pretende se casar em aproximadamente 5 anos, o Tesouro IPCA+ 2019 seria sim uma ótima opção. Manteria o seu poder de compra e lhe proporcionará um ganho real. Depois opte por alternativas que facilitam a retirada do dinheiro, como CDB ou Tesouro Selic, pois o retorno com os descontos que poderá obter melhorando o valor da entrada no fechamento dos contratos de casamento serão melhores que os juros recebido no último ano.

      Não há como adivinhar o futuro econômico, mas nenhuma crise dura para sempre! Umas demoram mais, outras menos. Confira o artigo que publiquei semana passada sobre Investimentos em Tempos de Crise. http://bit.ly/inv32bfp

      Acredito que nos próximo anos a inflação estabilizará e os juros certamente voltarão a cair.

      Sobre o rendimento dos títulos, o título comprado no ano passado terá o rendimento estabelecido até o fim do contrato. Então não tem possibilidade de receber menos do que isso. Contratou a 5,75%, receberá 5,75% no dia do vencimento. O único título que varia o seu rendimento é o Tesouro Selic que acompanha a taxa Selic e a parcela indexada ao IPCA, que acompanha o índice.

      Abraço e sucesso!

      Fulgêncio Bomtempo

  6. Boa tarde,

    Muito esclarecedor tirei todas as minhas duvidas, mas hoje tenho uma aplicação com rendimento diário BRADESCO PRIME DI SPECIAL e planilhando esse investimento ate 2019 percebi que a diferença entre os investimentos (tesouro IPCA, prefixado ou qualquer outro) é muito pequena! na simulação do tesouro prefixado por exemplo vou investir 100.000 e sacar 137.000 já com os descontos, no meu investimento atual vou sacar 135.000, mas com a comodidade de sacar o dinheiro antes do prazo sem prejuízo!

    Acho que vou continuar com meu portfólio atual.

    • Boa tarde Sidney!
      Muito interessante a sua observação e analise!
      Essa diferença é o preço que se paga pela comodidade de poder sacar o seu dinheiro com mais tranquilidade no meio do caminho.
      É aí que entra o papel do planejamento financeiro!
      Você tende a precisar desse dinheiro antes de 2019 (vencimento do título que usou para a comparação)? Você tem outra reserva para imprevistos? Será se deixar apenas parte desse dinheiro disponível já lhe ajudaria a socorrer qualquer imprevisto?
      Sempre considere a diversificação como a melhor opção, principalmente para valores maiores. Por exemplo, você pode optar por aplicar 1/3 no Fundo DI, que vai lhe dar mais liberdade de saque, 1/3 em Tesouro Prefixado garantindo uma taxa elevada, e 1/3 em Tesouro IPCA+ para proteger essa parcela de qualquer piora no cenário econômico.
      Abraço e sucesso!

  7. Boa Tarde !
    O meu objetivo é fazer do TD a minha previdência privada, ou seja estou investido para minha aposentadoria que deve sair lá por 2035 e assim estou todo o mês comprando frações de NTNB Principal. A dúvida que me surgiu é quanto montar uma estratégia de compra de títulos já que possui 3 NTNB P a venda. 2019 2024 e 2035. Seria melhor comprar desde agora NTNB P 2035 ou fazer escalas, tipo comprar agora somente 2019 até 2017 ( IR menor ) e ai no vencimento lá em 15/05/2019 aplicar todo o valor investido mais o lucro na NTNB P 2024 até 2022 e dai partir para 2035 ? Penso que fazer essas escalas maximizaria meus ganhos pois estaria aproveitando o lucro dos títulos ! O que você acha dessa estratégia ?

    Abraços.

    • Oi Adael! Seja muito bem vindo ao Blog Bomtempo Finanças Pessoais!
      Parabéns pela estratégia de investimento pensando na aposentadoria.
      Quando o assunto é Tesouro Direto, recomendo sempre o título com vencimento mais próximo da data que deseja utilizar o dinheiro. Pois você garante um ótimo rendimento com o mínimo de risco.
      Qual o risco nesse caso… imagina que ao tentar maximizar o resultado optando pela taxa atual mais alta você opta pelo IPCA+2019, com rendimento de 5,82%+IPCA. Porém, em 2019 a economia brasileira pode ter melhorado e voltado a crescer (assim espero e acredito), com isso, quanto melhor a economia menor são as taxas de juros. O que faz com que o novo título liberado em 2019 com vencimento para os próximos anos estará com rendimento menor que o que você ganhou nesse último período, por exemplo, a partir de IPCA + 3% ao ano.
      Isso faz com que a estratégia de tentar maximizar o resultado seja furado. Sendo que se você comprar o título IPCA+2035 hoje com taxa de 5,87%+IPCA você garante essa taxa até o vencimento, independente de como oscilar a economia até lá.
      De regra, opte sempre pelo vencimento mais próximo da utilização do dinheiro.
      Abraço e sucesso!

      • Boa Noite.
        Obrigado por responder.
        Lendo atenciosamente a tudo que você escreveu gostaria de fazer mais dois comentários.
        1 – Sobre a minha estratégia de fazer a escalada de sempre comprar o papel com vencimento mais próximo e ai no seu vencimento aplicar todo o dinheiro investido mais o lucro no próximo papel (hoje após 2019 tem 2024) você considera que pode ser uma furada, pois com a melhora da economia lá na frente as taxas vão baixar e em 2019 pode ser que as taxas estejam próximas a 3 % + IPCA e ai deixei de aproveitar o papel que vence em 2035 que hoje (18/05) esta sendo vendido com IPCA + 6,05 % a.a. No entanto observando as taxas ofertadas notei que nunca houve uma grande diferença nas taxas oferecidas no papel de 2019 e de 2035, sempre estão aproximadas tanto que hoje o 2019 oferece IPCA + 5,92 % a.a. Então do meu ponto de vista (por favor me corrija se estiver errado) penso que da no mesmo eu comprar agora somente 2019 com taxas entre 5,7 a 5,9 % a.a e ai lá no vencimento em 15/05/2019 aplicar no papel que fosse liberado para o ano seguinte que muito provavelmente ofereça uma taxa bem aproximada de que a taxa que o papel de 2035 irá me oferecer.
        Não sei se me fiz entender, mais se você entendeu gostaria que fizesse algum comentário sobre isso.
        2 – E referente a indicação de optar sempre pelo título mais próximo da utilização do dinheiro, (meu caso 2035) existem alguns especialistas que não recomendam comprar títulos com vencimento muito longo devido ao fato das incertezas econômicas já que não podemos prever o futuro, e o risco de um eventual calote branco via hiperinflação o que não pode ser totalmente descartado, e também devido a forte volatilidade dos papeis longos onde caso fosse precisar do dinheiro antecipadamente poderia haver prejuízo, o que não é o meu caso pois só aplico o que tenho certeza de que não vou resgatar antes do vencimento.
        Abraços !

        • Oi Adael! Muito obrigado por enriquecer esse debate!

          Vamos lá, vou tentar esclarecer essas dúvidas…

          1 – As taxas vigentes no Tesouro Direto serão sempre muito próximas, o que vai mudar são as taxas ao passar do tempo.

          Vamos analisar os 2 títulos que você mencionou, Tesouro IPCA+ 2019 e 2035.

          Tesouro IPCA+ 2019 negociado a 5,92% a.a. + IPCA.
          Tesouro IPCA+ 2035 negociado a 6,05% a.a + IPCA.

          Realmente as taxas estão muito próximas uma da outra, o que justifica você desejar minimizar o risco do tempo e optar pelo vencimento 2019. Fazemos assim, você opta pelo 2019 e eu pelo 2035.

          Mas vamos avançar no tempo… chegamos a 2019 e o seu título venceu.

          Será como estará o mercado? Se estiver economicamente melhor, significa que termos taxas de juros menores. Digamos que o título com vencimento para os próximos 3 anos, 2022, esteja sendo negociado a 3% a.a. + IPCA.

          O que rentabilizará melhor o seu dinheiro, reinvestir o valor recebido a essa nova taxa ou ter optado por garantir 6,05% até 2035?

          Agora a segunda parte da sua dúvida.

          2 – Risco de calote, volatilidade, incertezas econômicas, previsão de futuro, hiperinflação, precisar resgatar o dinheiro antes do vencimento.

          Isso são todos riscos existentes nos investimentos. O que podemos fazer, é minimizar o risco da nossa carteira. Para isso recomendo que sempre considere primeiramente os riscos que você pode controlar/administrar, por exemplo, precisar de dinheiro antes do previsto. Para esse risco você pode manter uma reserva em um investimento mais líquido, como o Tesouro Selic (já que estamos falando em Títulos Públicos).

          Podemos prevenir a maioria dos riscos através da diversificação nos investimentos. Seja por títulos de modalidades diferentes, ou vencimentos diferentes, e mesmo em aplicações diferentes (renda fixa e renda variável). Como não podemos prever o futuro, devemos ter alternativas de rentabilidade favoráveis a qualquer situação econômica.

          O mais importante é você entender as opções existentes e optar por aquelas que você esteja mais confortável. Depois volte a estudar e analisar as demais opções, buscando conhecê-las e entender de que forma você pode se beneficiar com cada alternativa.

          Abraço e sucesso!

  8. Olá Bomtempo,

    Tenho R$300,00 mensais e gostaria de aplicar no TD em longo Prazo, o que você me sugere.

    • Olá Rodirgo! Seja bem vindo ao Blog Bomtempo Finanças Pessoais!

      Tem muito conteúdo compartilhado para você entender melhor a dinâmica dos principais investimentos do mercado e poder maximizar os seus resultados.

      Parabéns pelo interesse no TD! Eu recomendo que você comece a investir o quanto antes! Simples assim.

      Como o objetivo é de longo prazo, foque nas opções que vencem o mais próximo da data que você pretende resgatar esse dinheiro.

      Recomendo a leitura dos demais artigos referente a Tesouro Direto que estão publicados no blog e também a leitura do meu e-book, onde explico tudo que você precisa saber sobre Títulos Públicos.

      Clique no link abaixo para encontrar todos os artigos sobre o tema.
      https://bomtempofp.wordpress.com/tag/tesouro-direto/

      Abraço e sucesso!

  9. Parabéns pelo blog. Muito interessante. Queria tirar uma dúvida. Acabei de investir 8800,00 no TD Ipca+ 2019, seguindo sua orientaçao de seguir o prazo no qual eu pretendo resgatar o dinheiro. Mas esse título fica disponível para venda até a data do vencimento (15/05/2019)? Até qual período eu posso continuar investindo nesse título para obter a menor alíquota do IR?

    • Olá Paulo! Seja muito bem vindo ao blog! Muito obrigado pelo feedback!

      Parabéns pelo investimento!

      Você precisa manter o valor investido por 720 dia para ter o abatimento mínimo de 15% de IR.

      No meu e-book tem todos os detalhes sobre Taxas e Tributações. Vale a pena a leitura. http://bit.ly/BFPTitulosPublicos

      Você pode vender o titulo a qualquer momento até o vencimento. A liquidez é diária. Somente para compra que possivelmente no ano que vem esse titulo saia e entre outro para 2020.

      Abraço e sucesso!

  10. Muito bom o blog Fulgêncio! Parabéns pela iniciativa de ajudar as pessoas.
    Queria tirar uma dúvida. Estou interessado em investir em IPCA+, mas estou em dúvida entre 2019 e 2024.Meu intuito não é deixar o titulo até o vencimento. Apesar de a taxa de juros do IPCA 2019 ser mais alta que as demais. (Atual em 6,13) percebi que a rentablidade é menor segundo planilha retira do site do tesouro direto.

    30 dias MesAnt No Ano 12meses
    Tesouro IPCA+ 15/05/2019 1,16 0,78 12,52 19,05 6,11 6,15
    Tesouro IPCA+ 15/08/2024 3,99 2,28 22,51 27,55 5,79 5,85
    Tesouro IPCA+ 15/05/2035 6,75 2,14 43,33 39,65 5,77 5,85

    Isso quer dizer que se eu optar por IPCA 2019, vou ter uma rentabilidade menor apesar da taxa contratada ser mais alta?

    Obrigado.

    Abraço

    • Boa tarde Raoni! Tudo bem? Seja muito bem vindo ao blog! Continue acompanhando que em breve teremos novidades, o blog estará de cara nova.

      Obrigado também pelo feedback, é o seu retorno que me motiva a continuar ajudando.

      Agora vamos a essa rentabilidade…

      Na própria página onde você localizou essa tabela tem a explicação: “As taxas apresentadas aqui referem-se à rentabilidade em caso de venda antecipada. Os títulos mantidos até sua data de vencimento têm garantida a rentabilidade contratada. Por fim, rentabilidade passada não é garantia de rentabilidade futura.”

      Isso significa que quem comprou, por exemplo, o título “Tesouro IPCA+ 15/05/2019” a 12 meses atrás comprou com uma taxa pré-fixada superior a que está em vigência hoje, 6,13. O Tesouro Nacional então sugere a compra antecipada do título pagando 19,05%. Isso é um prêmio por abrir mão de uma rentabilidade fixa de, por exemplo, 9%a.a. até 2019, que é o que garantia o título na época da compra.

      Ao optar pela estratégia de manter o título até o vencimento você tem a garantia da taxa contratada. Agora a venda antes desse prazo pode sofrer um ganho ou uma perda dependendo do momento econômico. É tudo questão de risco. Projetando uma melhora na economia nos próximos 2 anos e com isso a queda na taxa Selic, pode ser interessante adquirir o título mais longo e usar da venda antecipada para aumentar o “retorno do investimento”.

      Ressalto novamente a questão do risco, nada é garantido, mas existe uma probabilidade de ter um ganho maior no curto prazo com a venda antecipada.

      A compra de qualquer Título Público com o objetivo de vender antecipadamente passa a ser especulação, e especulação não é investimento.

      Recomendo a leitura dos dois textos abaixo para complementar.
      http://bit.ly/inv35bfp
      http://bit.ly/INV05BFP

      Abraço e sucesso!

  11. Boa tarde!
    Procuro melhores investimentos, mas ainda sou leiga!
    Você pode me esclarecer uma dúvida?
    Quero investir 10,000,00 por 11 anos. Meu objetivo é os 15 anos da minha filha, quando pretendo dar uma viajem a ela.
    Estive analisando o tesouro IPCA+ 2035 porque possui uma rentabilidade interessante em 11 anos.
    Porém aprendi lendo o seu artigo que se eu retirar o dinheiro antes do vencimento eu posso sair perdendo…
    Então você acha que seria vantagem o IPCA+2024 ou um prefixado? Qual renderia mais no momento já que a inflação tende a cair?
    E no caso de uma pessoa que pode esperar até o vencimento, qual é mais atrativo? O IPCA+ ou prefixado?
    Obrigada!!

    • Boa tarde Lisiane! Tudo bem?

      Seja muito bem vinda ao blog!!

      Vivemos em um país que, infelizmente, ainda tem uma instabilidade econômica muito presente, então podemos considerar uma inflação em queda nos próximos anos, mas não podemos fazer essa previsão para os próximos 10 anos. O mesmo acontece com a taxa de juros, no caso do título prefixado.

      Entre as opções de vencimento, opte sim pelo vencimento mais próximo da data de utilizar o dinheiro, depois aplique novamente o valor total em Tesouro Selic, ou outro investimento que lhe dê liquidez até a data de utilizar o dinheiro.

      Para esse prazo de 11 anos, eu recomendo a diversificação. Essa é a única estratégia que podemos ter um rendimento médio mais previsível.

      Você pode optar por colocar, por exemplo, 50% em Tesouro IPCA+ e 50% em Tesouro Prefixado. Assim você garante uma rentabilidade fixa, e atualmente alta, para os próximos anos, e garante a proteção contra a inflação para o restante do dinheiro.

      Se você acredita em uma estabilidade econômica nos próximos 11 anos pode optar por aplicar mais em Tesouro Prefixado, até 80% do capital. Já se a sua expectativa é de mais períodos instáveis nos próximos anos, troque por até 80% em Tesouro IPCA+.

      O meu papel é orientar para que você consiga identificar o melhor investimento para você, pois nem sempre o que eu faço para mim é o melhor para seu perfil de investimento.

      Espero ter ajudado.

      Continue acompanhando o blog que em breve estará de cara nova, e para entender ainda mais a dinâmica dos Títulos Públicos baixe o meu e-book sobre o tema.

      Abraço e sucesso!

      Fulgêncio Bomtempo

  12. Boa tarde.
    Ainda sou leigo no que diz respeito ao TD. estou começando a pesquisar agora
    Gostaria de ir aplicando um valor mensal, em torno de R$ 500,00, visando minha aposentadoria.
    Tenho 35 anos e vou aposentar por volta de 65 anos.
    O que me sugere? Aplicar Mensalmente no Tesouro IPCA+ 2035 e após isso retirar e aplicar novamente em um fundo que dure por volta de 11 anos?
    Grato

    • Bom dia Júlio! Tudo bem?

      Seja muito bem vindo ao Blog! Peço desculpas pela demora em responder, estive envolvido em alguns projetos pessoais e vem novidades por aqui também.

      Essa é uma estratégia bem conservadora que eu utilizaria, e recomendaria para clientes com esse perfil. Você pode mesclar investimentos em Fundos Multimercados e ou Fundos Imobiliários ao longo desses 30 anos. Não precisa esperar o vencimento do IPCA para então trocar todo o investimento. O ideal é buscar diversificar ao longo do caminho.

      Realizar investimentos pontuais, e em ótimas empresas, no Mercado de Ações ao longo desses 30 anos também pode ser uma ótima estratégia para maximizar os resultados.

      Caso tenha interesse podemos marcar uma consultoria para montar um plano de investimento para atingir os seus sonhos da melhor forma possível.

      Abraço e sucesso!

  13. Olá,
    Me aposentei este ano e devido a demora para sair a aposentadoria, obtive uma importância em dinheiro para a qual gostaria de sua sugestão como orientador financeiro de como investir/aplicar de modo a conservar o poder de compra deste valor?

    Obrigado!

    • Olá Flávio! Tudo bem? Seja muito bem vindo ao blog!

      Visando apenas conservar o poder de compra, uma das alternativas seria justamente o Tesouro IPCA+. Já o vencimento seria o mais próximo da data de utilizar o dinheiro.

      Agora se esse dinheiro que você obteve é com o objetivo de cobrir seus gastos mensais até que saia a aposentadoria, recomendo mesmo que conversamos melhor para poder lhe orientar pessoalmente.

      Abraço e sucesso!

      PS.: Esse blog será inativado em breve, todo o conteúdo já foi direcionado para o novo portal e os novos artigos já estão sendo publicados por lá. Acesse e confira as novidades. http://www.bomtempofp.com

  14. Olá Fulgêncio,
    Possuo 20mil reais e gostaria de resgatar daqui uns 3 anos(visando pagar o fies), qual título vc me indicaria no momento?
    Fiz um investimento de 10mil no fundo de investimento xp investor a qual a rentabilidade baseada no CDI e nos ultimos 11 meses a média foi de 119%sobre o CDI, pelo pouco que entendo não esta ruim não ou estou enganado? mas gostaria de uma dica, se devo continuar a investir nesse fundo ou devo aplicar em um TD pré fixado ou IPCA+2019?
    grato

    • Olá Marlon! Tudo bem? Seja muito bem vindo ao blog! Fique a vontade para explorar e estudar o conteúdo já publicado e qualquer dúvida fique a vontade para comentar.

      Vamos a sua dúvida… Você está investindo com o objetivo de quitar uma dívida no futuro. Não conheço os juros do Fies, mas acredito que sejam bem baixos, de qualquer forma analise e se os juros que você irá pagar não são próximos ou superiores aos que irá receber ao investir durante o período.

      Sendo mais vantajoso o investimento do que o pagamento das mensalidades do curso, esse investimento no fundo está muito interessante (apesar da rentabilidade passada não garantir a rentabilidade futura). Você deve analisar a questão da liquidez, se é possível sacar a qualquer momento ou se há alguma cobrança de taxa por algum saque antecipado. Outro fator é que, aparentemente esse fundo deve ser um fundo de renda variável, já que você tem uma média de rendimento, e renda variável não é recomendado para investimento de curto prazo, é um ponto de risco.

      O principal é sempre levar em conta o período que você pretende usar o dinheiro aplicado, evitando assim qualquer investimento que vá lhe prender por um tempo maior do que o objetivo e com isso pode prejudicar o rendimento em caso de saque antecipado.

      Como o prazo é curto eu não recomendo o Tesouro IPCA+, essa modalidade é mais recomendada para o longo prazo. Para diversificar um pouco o investimento o Tesouro Pre-fixado é interessante caso a taxa acordada seja interessante para você, principalmente que a tendência é de queda da Selic para 2017 e provavelmente deve-se manter baixa por algum tempo.

      Abraço e sucesso!

      PS.: Esse blog será inativado em breve, todo o conteúdo já foi direcionado para o novo portal e os novos artigos já estão sendo publicados por lá. Acesse e confira as novidades. http://www.bomtempofp.com

  15. Olá Fungêncio, tenho 29 anos, com a possível mudança na previdência atual, penso em investir no tesouro direto como forma de aposentadoria, gostaria de saber se esse tesouro direto ipca 2035 é uma boa opção, está com a taxa de rendimentos de 5,66 e preço unitário de R$1079,37, ainda sou leiga no assunto, mas minha dúvida é se eu tenho que comprar todo mês esse valor unitário, sei que posso comprar frações, mas digo para ter um bom dinheiro futuramente, eu sou obrigada a comprar todo mês nesse valor e também queria saber como funciona comprando esse título nesse valor e taxa eu consigo comprar sempre esse mesmo título mesmo que a economia mude futuramente e surja outro título com outra rentabilidade que não essa, queria saber se esse título ele fica sempre disponível ou ele sai e depois não é mais possível comprar?….PS: atualmente eu consigo fazer esse aporte mensal

    • Oi Daiana! Seja muito bem vinda ao blog! Fique a vontade para explorar o conteúdo já publicado, tem muita coisa para lhe ajudar a investir cada vez melhor.

      Considero o Tesouro IPCA 2035 a melhor opção de Título Público quando o objetivo é a aposentadoria após 2035.

      O ideal é manter a consistência nas compras, investir o mesmo valor todo mês. Não é possível garantir essa taxa no futuro, pois ela varia de acordo com a variação da taxa Selic. Se a taxa de juro sobe a tendência é a taxa do Tesouro IPCA também subir, o mesmo acontece quando a taxa cai. A consistência nas compras é que fará com que você tenha um resultado médio interessante.

      Com o tempo o vencimento do título é alterado, ficando disponível um título que vence em 2040, por exemplo. Nesse caso é necessário avaliar se a aposentadoria ainda está prevista para após esse vencimento ou se é necessário realinhar o investimento para o objetivo desejado.

      Recomendo a leitura do meu e-book sobre Títulos Públicos para que você se familiarize mais um pouco com o investimento. No e-book você encontra tudo que você precisa saber para começar a investir.

      Aproveito para lembrar que diversificar os investimentos também é interessante para maximizar os resultados e diminuir os riscos de qualquer investimento.

      Abraço e sucesso!

      PS.: Esse blog será inativado em breve, todo o conteúdo já foi direcionado para o novo portal e os novos artigos já estão sendo publicados por lá. Acesse e confira as novidades. http://www.bomtempofp.com

  16. Bom dia!

    O rendimento do Tesouro IPC+ consigo visualizar diariamente? ou o meu ganho “rendimento” só
    consigo verificar no final do vencimento do papel?

    Teria como me explicar por favor como consigo acompanhar o rendimento do meu papel Tesouro IPCA +

    Desde já te agradeço.

    • Bom dia Luiz Henrique! Seja muito bem vindo ao Blog!

      Ao investir em Título Público é possível acompanhar o seu preço de venda de acordo com o mercado, mas ele nem sempre vai refletir a realidade que o seu título irá render na data do vencimento. Por exemplo, como o Tesouro IPCA+ possui uma parte do rendimento que é fixa, caso a taxa Selic subir, o seu título pode perder valor no mercado, caso a taxa caia, seu título pode ganhar valor no mercado.

      Porém essa variação de valor no meio do caminho não afetará em nada o seu rendimento na data do vencimento. Então recomendo que nem dê muita atenção para essas variações caso não preciso desfazer do título no meio do caminho.

      O título Tesouro IPCA+ é considerado pós-fixado, pois o rendimento real só será conhecido no final do contrato. Com isso, a melhor forma de fazer esse acompanhamento é através de um controle pessoal. Crie uma planilha e informe nela o valor investido e vá atualizando com o valor mensal do IPCA acrescido de em taxa equivalente ao percentual fixo do rendimento.

      Agora a minha consideração final… não ligue muito para esse acompanhamento mensal, faça no máximo um acompanhamento anual, pegue o valor do IPCA dos últimos 12 meses, acrescente o valor da taxa fixa anual e veja como foi o rendimento do ano. É mais fácil e prático.

      Quando se tem investimento em imóveis, por exemplo, ninguém fica ligando para o corretor todo mês para ver quanto está valendo o imóvel. Então o mesmo princípio vale para os demais investimentos, principalmente os pós-fixados.

      Abraço e sucesso!

      PS.: Esse blog será inativado em breve, todo o conteúdo já foi direcionado para o novo portal e os novos artigos já estão sendo publicados por lá. Acesse e confira as novidades. http://www.bomtempofp.com

Vamos falar sobre dinheiro? Deixe um comentário...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s